As APIs (Application Programming Interface) fazem parte do dia a dia de diversas empresas, pois promovem a Transformação Digital e ampliam as possibilidades de negócio e parcerias. 

Como? Elas interligam informações de um sistema a um aplicativo, elevam a agilidade dos processos, reduzem custos, melhoram a experiência digital dos consumidores e promovem novos modelos de negócios!

Além disso, permitem que as informações fiquem acessíveis aos consumidores finais, por meio de interfaces amigáveis e disponíveis em mobile. Ou seja, as APIs permitem que plataformas distintas – de empresas diferentes, por exemplo – conectem-se e troquem informações entre si. Dessa forma, uma empresa pode disponibilizar sua API para que uma outra acesse os dados, e ofereça um serviço complementar e benéfico ao cliente final.

Sendo assim, é possível, por exemplo, um banco disponibilizar informações financeiras e conectá-las a uma API de geolocalização, desenvolvida por uma Startup, para certificar-se que uma transação está sendo solicitada em uma região comum do cliente solicitante.

Dessa forma, evita-se fraudes, além disso, informações como “quem acessou, quando, onde e o que consultou”, são passíveis de serem monitoradas. Possibilitando uma perspectiva detalhada quanto ao fluxo de dados – relatórios importantes para auditoria.

APIs promovem o crescimento dos negócios

Todos esses benefícios e funcionalidades colaboram com o crescimento e surgimento de novos modelos de negócio! Além disso, o número de consumidores que preferem usar aplicativos, ao invés de ir a um espaço físico, para solucionar ou comprar, vem aumentando.

De acordo com o relatório Spotlight on Consumer App Usage, o Brasil ocupa o segundo lugar no ranking de países com maior número de aplicativos utilizados por mês – mais de 40. Além disso, em um período de 24 horas, os brasileiros abrem quase 10 aplicativos (em média).

Contudo, é necessário atenção quanto ao sigilo das informações trafegadas e em seu controle de acesso. Pois o desenvolvimento de APIs é baseado na estrutura de troca de informações e redução de barreiras entre sistemas – momento em que hackers se posicionam para atacar APIs, podendo roubar dados sensíveis ou cometerem fraudes.

Felizmente, o avanço tecnológico para a proteção dos dados caminha com velocidade exponencial. Assim, visando a proteção das informações, é importante contar com formas de mitigação de fraudes, como adotar uma estratégia de segurança para a criação e implementação de APIs. Além de, dispor de um controle de ameaças, múltiplo fator de autenticação e processos de auditoria.

As oportunidades de aceleração do negócio, geração de novos modelos de negócio e qualidade da experiência do cliente com APIs são enormes! O que sua empresa está esperando para se lançar na Transformação Digital e manter-se à frente da concorrência?