De acordo com o relatório Netskope Cloud Report 2018,71,5% das violações ocorrem por má gestão de identidades e acessos e 19% acontecem por falta de monitoramento de acessos. 

Além disso, o relatório apontou como crítico as violações em rede, onde os dados da empresa são expostos a terceiros. Considerando a quantidade de indivíduos e de informações administradas por uma empresa, passamos a compreender que o gerenciamento de identidades automatizado é fundamental.

Sendo assim, a gestão de identidades permite administrar todo o ciclo de vida de um colaborador, por meio de controle de acessos e políticas para requisição de acesso. Dessa forma, ao ingressar em uma empresa, a pessoa terá os acessos adequados e pertinentes ao seu cargo.

Em contrapartida, o colaborador desligado da empresa terá seus acessos bloqueados de forma automática. Evitando, assim, que por negligência ou malícia aconteça algum vazamento de informações na empresa.

Gestão de identidades proporciona agilidade

Ainda pensando sobre o ciclo deste colaborador, é possível que em algum momento ele precise acessar um dado que não está disponível para ele. Assim, por um processo de workflow de aprovação, é possível automatizar a solicitação e aprovação do acesso e, ainda, realizar a gravação de sessão para fins de auditoria. 

Do mesmo modo que, caso haja promoção ou troca de atribuições, o processo também pode ser automatizado, evitando erros manuais.

Dessa forma, a automação da gestão de identidades proporciona agilidade nos processos e eleva a produtividade. Ao mesmo tempo que elimina os equívocos que poderiam ser causados se todo esse processo fosse executado manualmente. Prevenindo, assim, prejuízos financeiros, morais e de imagem para a empresa.

Onde está o segredo? Na definição de políticas de acesso éticas e seguras e na automatização da gestão de identidades. O que otimiza o tempo da equipe de TI, reduz erros manuais e violações de segurança. Portanto, para preservar informações é necessário administrar melhor os acessos daqueles que manuseiam as informações, os colaboradores.

Falando nisso, como anda a gestão de identidades e acessos na sua empresa?