As possibilidades que surgem a partir Inteligência Artificial foram tema do episódio Be Right Back da série de ficção científica Black Mirror (2017) – lançada pela Netflix – que abordou o tema de forma intrigante.

O episódio mostrou a história de uma empresa que, a partir de dados das redes sociais, desenvolveu um aplicativo de troca de mensagens instantâneas. Ele simulava um chat com um parente já falecido da protagonista e, com alguns upgrades, era possível a interação por áudio e até mesmo a reprodução robótica do corpo do ente querido.

Apresentada dessa forma, a Inteligência Artificial pode parecer intimidante, porém, seu uso pode ser menos alarmante do que o episódio da série. 

Mas afinal, do que se trata essa tecnologia? Basicamente, consiste em máquinas capazes de executar tarefas de forma inteligente, promovendo soluções para questões complexas e elevando a produtividade em tarefas rotineiras.

A inteligência artificial nos negócios

Nos processos internos das empresas a IA pode calcular índices, gráficos e tabelas de forma automática, colaborando com a tomada de decisão dos gestores. 

Devido a capacidade de interagir e interpretar dados, a IA também é capaz de fazer o reconhecimento facial e aprender idiomas para a tradução em tempo real. Além disso, por meio de algoritmos, pode realizar previsões de comportamento humano, por exemplo, de clientes e funcionários.

Não é à toa que a adoção de IA nos processos de negócio tem sido crescente. De acordo com a pesquisa The AI Revolution, realizada pela Salesforce, 80% dos times que usam IA afirmam ganho de produtividade no trabalho e 74% relatam aumento nas vendas e na retenção de clientes. Ainda, o levantamento aponta que 37% das equipes comerciais pesquisadas já utilizam IA e 22% estão avaliando o uso.

Adicionalmente, a IA também traz benefícios em Segurança da Informação, uma vez que ajuda computadores a agirem sozinhos contra ameaças. A partir de informações recebidas, a máquina consegue analisar o cenário de possíveis ataques e reagir, da melhor forma possível, para proteger as aplicações. 

Portanto, deixemos o uso extravagante da inteligência artificial para séries e filmes. E podemos considerar a infinidade de possibilidades e benefícios para aplicação ao mundo dos negócios.