Quase toda atividade online exige a criação de credenciais que são compostas pela combinação de senhas com nomes de usuários e permitem acesso a informações privilegiadas. O mesmo se aplica para acessos em ambientes virtuais corporativos, ou seja, as credenciais são criadas e direcionadas pertinentemente aos indivíduos para o acesso às informações sigilosas. Tal criticidade é conhecida pelos hackers e, por isso, o roubo de credenciais é um dos métodos de fraude mais utilizados por cyber criminosos para acesso a rede privada e roubo de dados.

Uma vez em posse da credencial legítima, a atividade cyber criminosa tem mais possibilidade de sucesso porque o risco de ser identificado pela equipe de segurança antes de atingir o objetivo diminui consideravelmente, uma vez que ele parecerá um usuário válido e não um intruso. Esse cenário, infelizmente, é mais comum do que imaginamos. De acordo com a pesquisa Global State of Digital Trust Survey and Index 2018¹, realizada pela consultoria Frost & Sullivan, 48% dos executivos afirmam que suas organizações estiveram envolvidas em violação de dados.

Para garantir a confiabilidade dos dados e atestar que a empresa realize seus processos/atividades sem paradas que possam prejudicar sua produtividade e credibilidade no mercado, existem soluções de segurança que colaboram com a gestão de acessos e identidades.

Contidas no macro tema Segurança da Informação, as soluções de gestão de acessos e identidades diminuem os riscos operacionais de vazamentos e vendas de senhas. A maioria é integrada ao Cofre de Senhas e permite que o usuário, a partir de uma interface amigável, veja a lista de sistemas pertinentes ao seu cargo e função e ao clicar em um deles, o usuário é conectado automaticamente, sem precisar digitar e nem mesmo saber suas credenciais.

Esse tipo de recurso nas soluções de gestão de acessos propicia mais rapidez no dia a dia, otimizando os processos. Para um profissional de atendimento, por exemplo, não seria mais necessário digitar suas credenciais em cada sistema todas as vezes que precisar logar, e mais, todas senhas das aplicações são monitoradas e controladas, elevando o nível de segurança do negócio.

Além disso, tal recurso mitiga a evasão de logins e senhas, porque as informações de acesso não ficam expostas ao usuário, reduz o custo de alteração (reset) de senhas e o risco de exposição das credenciais a concorrentes ou hackers.

No atual ambiente de negócios as organizações enfrentam crescentes desafios de segurança, por isso, proteger o ambiente de TI é primordial, assim a credibilidade do negócio e, consequentemente, a confiança dos clientes melhoram, além de elevar a produtividade dos colabores.

¹ https://www.ca.com/content/dam/ca/us/files/white-paper/the-global-state-of-online-digital-trust.pdf

 

Por Dácio Takara