A Internet das Coisas (em inglês, Internet Of Things, sigla IoT) faz parte do nosso cotidiano, seja em eletrodomésticos, dispositivos inteligentes, centrais multimídias e aparelhos auditivos. Isso mesmo, aparelhos auditivos! A qualidade de vida pode ser afetada pela perda de audição, impossibilitando a pessoa de realizar atividades simples, mas e se esse problema proporcionasse benefícios tão tecnológicos quanto os utilizados pelo Homem de Ferro?

Novos aparelhos auditivos estão sendo lançados no mercado e aportam uma tecnologia que proporciona ajustes de alto nível de granularidade, permitindo que os seus portadores tenham mais qualidade e experiência de vida. Além disso, esses aparelhos conectam-se aos celulares dos portadores, permitindo o controle de atividades por meio de aplicativos. Tais como:
● atender o celular utilizando o próprio aparelho auditivo como headset;
● ajustar a sonoridade por meio de controles do celular; e
● suportar o protocolo IFTTT (If This Then That) para automação de rotinas, o qual permite a conexão com dispositivos domésticos, aplicativos e sites. Esse recurso é totalmente voltado para a interação por meio da Internet das Coisas e não consome nem grava dados pessoais dos usuários, garantindo a segurança das informações.

As possibilidades que o aparelho auditivo proporciona ao usuário são inúmeras, seria como ter o seu próprio Jarvis:
● Notificação direta no aparelho auditivo sobre uma nova mensagem no twitter;
● Mensagem customizada quando a bateria do aparelho estiver acabando, por exemplo: “Olá, aqui é o Jarvis e identifiquei que a bateria do seu aparelho auditivo está acabando;”
● Ao terminar ciclo de lavagem da máquina de lavar, ela pode enviar uma mensagem de áudio direto para o aparelho auditivo.

Percebam que a IoT realiza incalculáveis conexões que antes eram inimagináveis e possibilita a resolução de problemas, não só para empresas, mas também para o cotidiano dos indivíduos. Além disso, permite ao usuário total controle sobre o produto por meio de aplicativos com interfaces simples e amigáveis.

No exemplo real mencionado, um indivíduo com certo grau de deficiência auditiva ao utilizar o aparelho aportando a IoT obtém recursos que uma pessoa que não possui a deficiência não terá acesso no dia a dia, tornando-se como o Homem de Ferro e sua armadura repleta de funcionalidades.

Realmente, estamos limitados unicamente à nossa criatividade, pois com a IoT podemos criar inúmeras possibilidades! Como costumo dizer, se você pode imaginar, a tecnologia pode realizar!

Por Fernando Oliveira

EnglishPortugueseSpanish